sexta-feira, 20 de maio de 2016

Show de Tablado Flamenco

Com quatro dançarinas em cena (ou bailaoras, em flamenco), com suas saias coloridas e compridas, ao som feito por cinco músicos que estão em cena, o espetáculo de dança Puro Em La Mezcla, com o Estúdio Ale Kalaf, apresenta-se no projeto Arte para Todos, no Sesc Santo Amaro, dia 26 de maio, às 17h, com entrada franca.

As apresentações no estilo “Tablado Flamenco”, típico da Espanha, são marcadas pela proximidade entre bailarinos, músicos e público. Esse “estar perto” possibilita uma experiência compartilhada da dança flamenca, que carrega consigo uma cultura rítmica, musical e gestual nascida no sul da Espanha, região da Andaluzia, e é marcada por uma mistura de elementos mouros, orientais e ocidentais.

A apresentação de tablado flamenco com artistas brasileiros - que tem como proposta narrativa a mescla do encontro dessa dança com o flamenco dançado no Brasil - traduz o ritmo e a tradição daquela região em contato com o gingado brasileiro.

Foto: Divulgação.


Quem assina a direção é Ale Kalafbailarina com formação em flamenco, ballet clássico e dança contemporânea no Brasil e na Espanha com grandes nomes da atualidade. Em 2001, fundou o Grupo Luceros Arte Flamenco. Desde 2006 vem desenvolvendo, com esse grupo, uma pesquisa de movimentação flamenca e musicalidade brasileira com o compositor e músico Toninho Ferragutti. Em 2014 estreou o show Luceros dança Toninho Ferragutti, dirigido por Clarisse Abujamra, espetáculo que posteriormente foi contemplado pelo edital O Boticário na Dança, em dezembro do mesmo ano. Em setembro de 2015 concebe, coreografa e dança o espetáculo CON ALMA em parceria com a cantora espanhola Irene Atienza, com direção de Clarisse Abujamra.

Ficha Técnica
Concepção e direção: Ale Kalaf
Coreografias e baile: Ale Kalaf, Carolina Zanforlin, Ana Paula Campoy e Milene Muñoz
Direção Musical e guitarra flamenca: Jony Gonçalves
Percussão flamenca: Luciano Khatib
Violino: Mariana Pilatos Corado
Cante flamenco: Marcio Bonefon
Pianista: Jonas Dantas
Produção: Cau Fonseca (Mítica! Arte, Cultura e Comunicação)

SERVIÇO
PURO EM LA MEZCLA
Dia: 26 de maio. Quinta, feriado, às 17h.
Local: Praça
Duração: 60 min
Classificação: Livre/ Grátis

SESC SANTO AMARO
Rua Amador Bueno, 505 – Santo Amaro. Telefone: (11) 5541-4000.
Horário de atendimento bilheteria: Terça a sexta-feira, das 10 às 21h30 e sábado, domingo e feriado, das 10 às 18h30. Obs: O Estacionamento e a bilheteria permanecem abertos de acordo com o horário das programações.

Estacionamento – Subsolo – 180 veículos, 34 vagas para motos (preço especial para shows iniciados a partir 18horas: R$5,50 p/ comerciários e R$11 p/ não comerciários e 35 vagas no bicicletário (grátis). Observação: as motos pagam taxa equivalente aos veículos.

Assessoria de Imprensa:
Com Canal Aberto | Márcia Marques
Contatos: (11) 2914 0770 / 9 9126 0425

Assessoria de imprensa – Sesc Santo Amaro 
Tel. (11) 5541-4005

Parque Celso Daniel recebe última sessão do Cinesolar em Santo André

O cinema itinerante movido a energia solar levará filmes que abordam temas sobre o meio ambiente e sustentabilidade ao parque no próximo dia 21 de maio

Após sete meses de estrada, o Cinesolar está terminando sua temporada em Santo André. Para se despedir, o primeiro cinema itinerante do país a funcionar com energia solar terá uma sessão especial no dia 21 de maio, no Parque Celso Daniel.

O evento, que será aberto ao público e com entrada gratuita, terá início às 15h com um uma oficina de sustentabilidade e, em seguida, assim que o sol se pôr, o cinema irá invadir o parque. Através de projeção solar e um telão, o público poderá acompanhar uma seleção de curtas que abordam temas sobre educação, meio ambiente e sustentabilidade.


Foto: Divulgação.


O Cinesolar está em cartaz em Santo André desde outubro de 2015. Durante o período, foram realizadas 19 sessões de cinema com público de 2300 pessoas e 15 oficinas de sustentabilidade com cerca de 874 participantes. O projeto conta com apoio da Prefeitura do município integra o Educa Geral, iniciativa da Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Instituto Acqua.


CINESOLAR – Santo André

21/05
Parque Celso Daniel
Local: Av. Dom Pedro II, 940 – Bairro Jardim
Atividades:
16h - Oficina de sustentabilidade
19h - Sessão de cinema


Sobre o Cinesolar
O projeto é realizado pela Brazucah, produtora cultural especializada em circuitos alternativos de exibições de filmes brasileiros. Pioneiro no Brasil, o cinema solar já realizou mais de 200 sessões em várias cidades do país para um público espectador superior a 40 mil pessoas, desde 2013. Além das exibições de curtas e longas-metragens, a equipe do projeto também realiza atividades educacionais com crianças e adolescentes, através da conscientização ambiental.

Para conhecer mais sobre o Cinesolar, acesse: www.cinesolar.com.br

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Virada Cultural tem extensa programação focada em artes cênicas

A Virada Cultural, maior evento de rua do Brasil, acontece nos dias 21 e 22 de maio, e está com uma vasta programação gratuita de artes cênica. Serão diversas apresentações que incluem palco com musicais, cortejos cênicos com festas e companhias de teatro, espetáculos de danças, de teatro e de circo, além de duas intervenções do festival Australia Now. 
Na sexta-feira, dia 20, por meio de uma parceria com teatros independentes, sessões nestes espaços serão oferecidas gratuitamente, durante o happy hour. Os ingressos poderão ser retirados no próprio dia, entre 10h e 18h, na bilheteria da Galeria Olido. 
A Virada Cultural é um evento promovido pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura. 


Veja abaixo a programação completa:


Palco Musicais | Vale do Anhangabaú
Em 2015, a Virada trouxe pela primeira vez um palco dedicado exclusivamente aos musicais, tipo de atração teatral que ganhou força na cidade nos últimos anos com espetáculos da Broadway em versão nacional e montagens inéditas. Nesta edição, o palco dos Musicais acontecerá no Vale do Anhangabaú. A programação terá sucessos de bilheteria apresentados de graça para a população. 
18h – Gilberto Gil – Aquele Abraço, O musical 21h30 – Elis, A Musical 22/5 01h – SamBRA 03h30 – Dzi Croquettes 13h – Raia 30 – O musical 17h – Meu Amigo Charlie Brown, Um Musical da Broadway


Cortejos cênicos | Avenida Rio Branco 
Em uma iniciativa inédita, a Virada Cultural traz uma programação itinerante com foco em artes cênicas que circulará na Avenida Rio Branco, entre a Avenida Ipiranga e a General Osório, fazendo esse mesmo percurso sete vezes. Entre os cortejos, o Tarado Ni Você com o Teatro Oficina com uma performance antropofágica; Gambiarra, a Festa, famosa na cidade com sets de música brasileira, junto com os tradicionais bonecos gigantes da cidade de São Luiz do Paraitinga; Festa Mel com participação de Jaloo e as comissões de frente da Mocidade Alegre e Acadêmicos do Tucuruvi; e Pilantragi Básica (junção da festa paulistana com o coletivo mineiro) em combo com a Orquestra Brasileira de Música Jamaicana.
19h às 21h | Parada Antropofágica – Bloco Tarado Ni Você e Teatro Oficina 22h às 00h | Parada Popular – Gambiarra, a Festa (participação de Paula Flaibann) e Bonecos Gigantes de São Luiz do Paraitinga 01h às 03h | Parada Empoderada – Gero Camilo, Johnny Hooker e Coletivos Desonestas de Danças Urbanas 03h30 às 05h30 | Parada Carnavalizada – Festa Mel (participação de Jaloo), Comissões de Frente Mocidade Alegre e Acadêmicos do Tucuruvi. 10h30 às 12h30 | Parada Brasil Afro - DJ Tutu Moraes/Santo Forte, Ilú Obá de Min, Cia Nau de Ícaros e Maracatu Mucambos de Raiz Nagô 16h30 às 18h30 | Parada Poética: Chico César e Núcleo Bartolomeu de Depoimentos. 


Australia Now
Australia Now, maior evento de cultura australiana no Brasil, estará com duas performances durante a Virada Cultural: 
Snuff Puppets (http://snuffpuppets.com/what-we-do/everybody/), com o espetáculo “Everybody”, que explora a condição humana, do nascimento até a morte e promove uma investigação metafórica, metafísica e mágica do corpo em um boneco de 26 metros de extensão;  Pyrophone Juggernaut (https://pyrophonejuggernaut.com/)  um instrumento experimental em grandes proporções que representa o pirofone (instrumento musical inventado em 1873), onde a música é acionada por fogo, além de um barco e um gigantesco instrumento de percussão com mais de 10 metros de altura. 


Automákina – Universo Deslizante | 22 de maio, domingo, às 14h – saída do Boulevard São João até avenida Ipiranga.
O espetáculo/ instalação do grupo teatral De Pernas Pro Ar aborda a questão da arte da sobrevivência e mescla o simbolismo dos teatros de boneco com técnicas circenses sob o cenário móvel de uma grande máquina que mede 06 metros de comprimento e 07 metros de altura. 


QFC – Batalhas de Improvisação | Barão de Itapetininga x Dom José de Barro | 21 de maio, sábado, das 19h às 00h – quartas de final | 22 de maio, domingo, das 15h às 19h (semi-final e final)
Uma maratona de improvisação teatral, composta por sete batalhas de cenas improvisadas. Serão oito duplas de improvisadores com rodadas de 45 a 50 minutos de duração e 15 minutos de intervalo entre um jogo e outro que disputarão em um octógono montado a céu aberto. Todo o evento é inspirado nas disputas de MMA, mas em clima de muita diversão com apresentadores, juízes, bandas e ring girls. As duplas representarão sua linha teatral através de personagens, desde açougueiros a super-heróis.


Cardápio de Danças | Baixos do Viaduto do Chá, s/n – Galeria FormosaHorários: 19h, 23h, 11h e 15h
O Centro de Referência de Dança irá promover uma ação chamada “Cardápio de Danças”, onde será preparado um menu degustação para cerca de 60 pessoas (por ordem de chegada), que será servido pelos bailarinos e bailarinas, já com o figurino do espetáculo de dança. A proposta é criar um clima de descontração entre plateia, bailarinos e bailarinas, rompendo barreiras de distanciamento. O prato principal vem em seguida: o espetáculo. Ao fim da peça, o elenco encerra a experiência com as sobremesas e um breve momento para a troca de ideias a respeito da apresentação. Cada “menu” tem duração de três horas e as Cias que participam dessa atividade são: Núcleo Marcos Moraes, Key Zetta e Cia, Cia Merceraria de Ideias e Cia Perversos Polimorfos. 


Palco Cabaré | Praça das Artes Horários: 18h, 21h, 0h e 3h 
O palco Cabaré receberá apresentações de artistas com performances que misturam dança, música e teatro, com repertórios e temáticas diferentes. Serão quatro apresentações: Cabaré Bowie, com trilha sonora dos principais sucessos do camaleão David Bowie; Cabarezinho, com temática variada, do circo ao burlesco; Cabaré Queer, com performances inspiradas em transformistas e drag queens; e Phedras por Phedra, que homenageia a atriz e bailarina transexual chamada Phedra de Córdoba.


Pórtico do Circo e Dança | Boulevard São João
24h Espaço dedicado às atrações circenses e danças durante a Virada Cultural 21/05, sábado; 18h às 21h – Números Circenses.21h30 – Espetáculo de Dança “#Passinho”22h30 às 01h30 – Números Circenses.
22/05, domingo 02h – GRUA, Gentlemen na Rua10h às 13h – Cabaré Blanc13h – Balé Capão Cidadão14h às 17h – Números Circenses
Outras intervenções artísticas, apresentações circenses e espetáculos abaixo:
“Oceano”, intervenção artística – Grupo XPTO. Dia 22/05 das 00h Às 02h. Vitrine da Dança/Galeria Olido; “Performances Aéreas”, Cia K. – dias 21 e 22 de maio. Viaduto do Chá; “Ocupação Circense”, Abracirco – dia 21/05 das 18h às 00h – Praça Ramos de Azevedo; “O Grande T do Teatro” – Dia 21/05 das 22h às 00h – dia 22/05 das 01h30 às 03h30, das 14h às 16h e 16h30 às 18h30 – Vale do Anhangabaú; “Virada Mágica” – 20 mágicos realizando mágicas pelas ruas do Centro de São Paulo, durante as 24h da Virada. “Intervenção Cênica “Luzes”, Fran Barros – Ruas do Centro de São Paulo serão cenicamente iluminadas, criando ambientes e atmosferas, além de destacar sua arquitetura.

 “Terceiro Sinal para a Virada”
Por meio de uma parceria inédita com a Secretaria Municipal de Cultura, diversos teatros da cidade oferecerão entradas gratuitas na sexta-feira, dia 20. Basta retirar os ingressos na Galeria Olido, na sexta-feira, dia 20, das 10h às 18h. 

As peças são:

A Sogra que pedi a Deus
Sinopse
Dona Zulmira é a sogra a protagonista da história que, como o seu apartamento, está em obras, resolve se hospedar na casa da filha, Flávia (Amanda Blanco). Porém sua personalidade peculiar acaba trazendo problemas do casal, que como se não bastasse a sua chegada, por forças alheias, se vê obrigado a cancelar uma sonhada lua de mel no Caribe.
Ficha Técnica:Texto: Wilson Coca. Direção: Sebastião Apollônio. Elenco: Renato Papa, Andressa Gavioli e Mauro Pucca.
Serviço:Teatro Ruth EscobarSala: Gil VicenteSexta-feira, 20 de maio, às 21h30. 


Humor à Primeira Vista
Sinopse
Criss Paiva e Davi Mansour formam um casal quase comum. Os dois convivem, sentem ciúmes, visitam as sogras, fazem compra do mês, juras de amor e brigam como todo par romântico. A diferença é que eles resolveram contar tudo isso no palco com muito bom-humor.
Ficha Técnica: Elenco: Criss Paiva e Davi Mansour
Serviço:Teatro Santo Agostinho Rua Apeninos, 118 – Liberdade, São Paulo tel: (11) 3209-4858 Sexta-feira, 20 de maio, às 23h.


A Alma Imoral
Sinopse
 “A peça desconstrói e reconstrói conceitos milenares da história da civilização - corpo e alma, certo e errado, traidor e traído, obediência e desobediência. Sozinha no palco, Clarice Niskier está em contato direto com a platéia, sem fazer uso da chamada “quarta parede”. Para contar histórias e parábolas da tradição judaica, a atriz vale-se somente de uma cadeira panton preta e um grande pano preto que, concebido pela figurinista Kika Lopes, transforma-se em oito diferentes vestes – mantos, vestidos, burcas, véus. O espaço cênico concebido por Luis Martins é limpo e remete a um longo corredor em perspectiva.”

Ficha Técnica: Autor do livro “A Alma Imoral”: Nilton BonderAdaptação, Concepção Cênica e Interpretação: Clarice NiskierSupervisão de Direção: Amir HaddadCenário: Luis MartinsFigurino: Kika LopesIluminação: Aurélio de Simoni Música Original: José Maria BragaPreparação Vocal: Rose GonçalvesDireção de Movimento: Márcia FeijóPreparação Corporal: Mary KunhaFotos: Dalton ValerioProgramação Visual: Studio COperador de som: Javier Alberto PeredOperador de luz: Carlos Henrique pereiraDireção de Produção: José Maria BragaCenotécnico: André BonecoAssistente de Produção: Carlos Henrique A. PereiraAssessoria de Imprensa: JSPONTES Comunicação - João Pontes e Stella StephanyRealização: Niska Produções CulturaisApoio Cultural: PORTO SEGURO
Serviço:Teatro Eva Herz Livraria Cultura –Conjunto Nacional – Av Paulista, 2073 – Bela Vista – SP - Tel: 31704059 Sexta-feira, 20 de maio, às 21h.


A Lenda do Pigmalião
Sinopse
 “Uma das mais belas histórias de amor da mitologia grega, agora em forma de espetáculo teatral. Pigmalião, um jovem e talentoso escultor e rei da ilha de Chipre, jurou a si mesmo que jamais se casaria, pois todas as mulheres para ele eram consideradas “perversas e com comportamentos dissolutos”. Disse a si mesmo que sua arte lhe bastava. O jovem escultor esculpe uma estátua que de tão perfeita ele mesmo acaba se apaixonando por ela, causando um imenso conflito entre o povo e o rei.”
Ficha Técnica: Elenco: Aline Cunha, João Vitor Romansini, Juliane Maria, Leonardo Cavecchini, Di Buono, Sayonnara Leandro e Wagner Brambilla.Técnico de Produção: Márcio SantosSonoplastia e Iluminação: Arthur SantanaAdaptação da obra de OvídioDireção Geral: Renato AlvesRealização: Fagulhas D' Arte Promoções de Eventos Artísticos
Serviço:Teatro da Ribalta Rua: Conselheiro Ramalho, 673 – Bela Vista – São Paulo Informações: (11) 3285-2850 Sexta-feira, 20 de maio, às 21h.


A Merda
Sinopse
Este premiado texto de estreia do dramaturgo italiano Cristian Ceresoli tem como personagem uma fêmea em busca de um lugar no mundo. O monólogo é impulsionado por uma tentativa desesperada de nos puxar para fora, do lodo, dos produtos mais recentes do genocídio cultural, descrito por Pasolini, desde que a sociedade de consumo moderna começou a tomar forma. Um totalitarismo, de acordo com Pasolini, ainda mais repressor do que aquele da era fascista, porque é capaz de esmagar-nos suavemente.
Ficha Técnica: A Merda (La Merda) de Cristian Ceresoli Direção e Interpretação de Christiane Tricerri Baseado na criação original de Silvia Gallerano e Cristian Ceresoli Apresentado em acordo com Frida Kahlo Productions, Richard Jordan Productions e Produzioni Fuorivia em associação com Summerhall Tradução Francisco AnconaCodireção (Occhio Esterno) Maurício Paroni de Castro Assistência de Direção Lianna Matheus Cenografia Alvaro Egas e Viviane Tricerri Visagismo Raphael Cardoso Desenho e Operação de Luz Gita Govinda Desenho de Som Rafael Bresciani Equalização e Operação de Som Selminha do S Desenho de Voz Maestro Marcello Amalfi Desenho de Corpo Mônica Monteiro Direção de Palco (Stage) Miló Martins Preparação Corporal Nicolas Trevijano Direção de produção Francine Storino Produção Executiva Rita Ferradaes Produção de Projeto Incentivado Alexandre Mroz Projeto Gráfico Alonso Alvarez Fotos Gal OppidoDesenvolvimento Foto Iago Ferrão Assessoria Internacional Luciane André e Alexandre Mroz Assessoria de Imprensa Morente ForteGestão de Mídia Social Cardamomo Digital Realização FicçõesIdealização do projeto no Brasil Christiane Tricerri
Serviço:Espaço Parlapatões Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação Informações: (11) 3258-4449 Sexta-feira, 20 de maio, às 21h.


Balzaquiando
Sinopse
 “Júlia e Joana são amigas, dividem o mesmo apartamento e as angústias inerentes às mulheres na faixa dos 30 anos. Júlia é focada no trabalho, na adequação social, julga não ter tempo e nem interesse em se relacionar afetivamente. Joana é artista de alma livre sem medo de amar, que reconhece as dificuldades de estabilizar-se financeiramente, busca ideias criativas para criar um negócio próprio que dê uma guinada na sua vida. Em meio aos dilemas existenciais e cotidianos, Joana oferece o apartamento para receber sua prima que deixou a filha na cidade natal para encontrar um bom emprego e oportunidade de crescimento em São Paulo. Com a chegada de Jaqueline, as diferenças de temperamento e o histórico de vida de cada uma se amplificam, as três enfrentam conflitos de conivência, fortalecem os laços de amizade e superam as surpreendentes reviravoltas de cada uma rumo â felicidade.”
Ficha Técnica: Texto: Nina XimenesDireção: Paulo Goulart FilhoAssistente de Direção: Mariana MoraesDireção musical e trilha sonora: Silvia GoesProdução musical: Wagner AmorosinoGravação: Estúdio Azulão, por Roberto GavaMúsicos: Silvia Goes, Alex Braga, Wagner Amorosino e Roberto GavaElenco: Bruna Ximenes, Cândida Loiza e Mariana MoraesDireção de Vídeo: Eduardo GonzalezCinegrafistas: Eduardo Gonzalez e Samuel SantosEdição e videografismo: Kleber ParraCenografia: Antônio RodriguesCoreografias: Sil AméricoConcepção de Figurinos: Lara GoisAssistente de Produção: Amanda LimaFotos: Martha PacceIluminação: Raphael FelipeContrarregras: Gustavo Varolli e Vagner MirandaCamareira: Val GomesRealização: Laboratório de Artes Teatro e Vídeo
Serviço:TEATRO UMCAvenida Imperatriz Leopoldina, 550 – Vila Leopoldina – São Paulo. Telefone da Bilheteria: (11) 2574-7749 Sexta-feira, 20 de maio, às 21h.
Com a Pulga Atrás da OrelhaSinopse: Uma mulher, suspeitando que o marido está tendo um caso, arma para apanhá-lo em flagrante no “Hotel do Coelhinho Galante”. Mas a coisa toda vira uma bagunça quando vários casais se envolvem em trapalhadas românticas ao se hospedar no mesmo hotel. Uma comédia hilariante com direito a tiroteios, confusões e um abre e fecha de portas que nos leva a um emaranhado divertido que parece não ter fim. Isso tudo em meio à Belle Epoque francesa e o charme dos teatros de costumes;
Ficha Técnica:Texto: Georges FeydauAdaptação: Rafael Mallagutti  Direção geral: Rafael MallaguttiElenco: Rafael Mallagutti, Caio Baldin, Ivan Sol, Ian Felog, Dan Sinclair, Elisa Malta, Bruno Loschiavo, Bruno Akimoto, Jessica Menezes, Adriano Antony, Willian Mello, Maíra Natassia, Roberta Dourados, Bárbara Trabasso e Gisele Carvalho. 
Serviço:Teatro Commune Rua da Consolação, 1218 (entre o Mackenzie e o Tribunal do Trabalho), São Paulo - SP, 01302-001 Telefone:(11) 3476-0792 Sexta-feira, 20 de maio, às 21h.


Dominação
Sinopse
"Dominação" mostra a relação abusiva de Renato e Giovanna, um casal que se separa ainda na juventude após ela descobrir que está grávida e ele exigir que ela aborte. Seis anos se passam e Renato volta para São Paulo, onde descobre que a ex-namorada não abortou, como havia declarado, e que tem uma filha. Renato exige o que diz ser seu por direito - a filha e a mulher. Não obstante, ele encarcera Giovanna em sua casa e inicia, então, uma tortura psicológica. Giovanna passa a ser sua propriedade privada e, como tal, deve atender aos seus desejos. A humilhação logo se transforma em abuso psicológico e sexual. Flashbacks remontam os acontecimentos do início do relacionamento, unificando passado e presente. 
Ficha Técnica:Texto: Alessandra Vitanis Direção: Vinicius Prates Elenco: Alessandra Vitanis e Vinicius Prates 
Serviço:Viga Espaço Cênico - Sala Piscina R. Capote Valente, 1323 - Pinheiros, São Paulo - SP Sexta-feira, 20 de maio, às 21h.


Fora do Mundo
Sinopse
A peça é baseada na verídica história de D. Sebastiana de Mello Freire, carinhosamente tratada por D. Yayá (Miriam Mehler), que nasceu em 1887 e morreu em 1961 aos 74 anos dos quais 42 ela viveu no casarão da Rua Major Diogo, confinada pelos parentes, interditada judicialmente e dada como louca. Possuía um patrimônio, avaliado à época em cerca de US$4 milhões.A ação se desenrola em em dois planos: o da realidade que mostra o último dia da vida de D. Yayá e o da memória onde ela revive sua vida e suas angústias.
Ficha Técnica:Texto e Direção: Analy AlvarezElenco: Miriam Mehler (Dona Yayá), Mariana Blanski (Dona Yayá jovem), Mara Faustino, bele Troyano, Wagner Vaz, Antonio Natal, Fernanda Oliveira, Vivi Gonçalves, Vinicius Calamari e Rafael Mota.
Serviço:Top Teatro Rua Rui Barbosa, 201 – Bela Vista / tel: (11) 2309-4102 Sexta-feira, 20 de maio, às 21h.


Justine
Sinopse
 A peça conta a história da pura, religiosa e inocente personagem Justine, que acaba se envolvendo em experiências de crime, tortura e depravações que testarão seus valores morais e de conduta, enquanto sua irmã, a bela e libertina Juliette, realiza uma trajetória cheia de sucessos e prazeres.
Ficha Técnica:Texto: Rodolfo García Vázquez, a partir da obra de Marquês de SadeEncenação: Rodolfo García VázquezAssistente de direção: Marcelo ThomazElenco:  Alex de Felix, Billy Eustáquio, Cléo De Páris, Cristian Silva, Daiane Brito, Diego Ribeiro, Eric Barros, Evandro Roque, Fabia Mirassos, Felipe Souza, Fernando Soares, Hugo Godinho, Janaina Arruda, Júlia Innocencio, Lenin Cattai, Lorena Garrido, Lucas Allmeida, Lucas Cavallaro, Michelle Gois, Marcelo Vinci, Rhafael de Oliveira, Silvio Eduardo, Stephane Sousa, Tom Garcia Cenários: Marcelo MaffeiAssistente de Cenário: Otávio MendesFigurinos: Bia Pieratti e Carol ReissmanIluminação: Rodolfo García Vázquez e Emerson FernandesTrilha Sonora: Rodolfo García Vázquez, Rafael Thomazini e Henrique MelloPerucas: Lenin CattaiFotografias: Andre StefanoDivulgação: Diego RibeiroCoordenação de produção: Daniela MachadoProdução Executiva: Sílvio Eduardo   Administração: Israel SilvaOperador de luz: Emerson Fernandes Operador de som: Alex de Jesus
Serviço: Estação Satyros (Praça Franklin Roosevelt, 134 – Consolação)Telefone para reservas: 11 3258 6345 / 3255 0994 Sextas-feiras, 20 de maio, às 21h.


O Deus da Cidade
Sinopse
“O deus da cidade” é composto por quadros que pretendem expor algumas das contradições dos tempos atuais. Na peça, cenas fabulares, líricas e musicais acentuam o caráter de personagens que reagem ao mundo de acordo com seus próprios valores, quaisquer que sejam eles. 
Ficha Técnica: Dramaturgia: Cássio Pires Gênero: comédia. Direção: Fernando Neves. Direção musical e pianista: Fernando Esteves. Elenco: Carlos Ataide, Cris Rocha, Eduardo Reyes, Erica Montanheiro, Katia Daher, Marcelo Andrade, Rafaela Penteado, Simone Evaristo, Silvia Poggetti e Zé Valdir. Cenografia: Fernando Neves, Marcelo Andrade e Zé Valdir. Iluminação: Eduardo Reyes. Figurino: Carol Badra e Leopoldo Pacheco. Fotografia: Ligia Jardim. Direção de produção: Eduardo Reyes. Produção: Os Fofos Encenam - Cooperativa Paulista de Teatro. Realização: Programa Municipal de Fomento ao Teatro - Prefeitura de São Paulo - Secretaria de Cultura
Serviço: Espaço dos Fofos Rua Adoniran Barbosa, 151, Bela Vista – SP - CEP: 01318-020. Fone: (11) 3101.6640. Sextas-feira, 20 de maio, às 21h.


O Semeador
Sinopse
Na busca por um tema verossímil, que levasse o público a uma reflexão do atual momento em que vive a humanidade no que diz respeito à educação, valores sociais, choque de gerações, abandono e dissolução familiar, Gabriel Chalita apresenta esta peça que traz as visões de dois professores de gerações diferentes sobre como encarar a vida e suas dificuldades. Preparado para mais uma solitária noite de Natal, o professor aposentado Rodolfo, enquanto mantém a esperança de que seu filho apareça para a Ceia, recebe a visita inesperada de Paulo, seu ex aluno, vizinho e também professor, que se dispõe a fazer companhia ao velho mestre. Paulo instaura um debate sobre relacionamentos e sobre a condição humana e consegue levar Rodolfo ao reencontro de seus verdadeiros sentimentos e opiniões que estavam escondidos, há anos, debaixo de uma casca endurecida pelas amarguras. Eles estabelecem um diálogo permeado pelas angústias, desejos e inquietações do ser humano.
Ficha Técnica: Autor: Gabriel Chalita. Direção: Hudson Glauber. Elenco: Flávio Galvão e Antonio Motta. Diretor de Produção: Daniel Torrieri Baldi. Realização: Seta Produções
Serviço:Teatro MuBE Nova Cultura Avenida Europa, 218 - Jardim Europa São Paulo - SP Sexta-feira, 20 de maio, às 21h30.


O Testamento de Maria
Sinopse
 O grande escritor, Colm Tóibín, imagina como Maria, no fim de sua vida perseguida e no exílio, procura desvendar os mistérios que cercaram a crucificação de seu filho.  Maria faz questão de falar somente a verdade. Ela encara não só a imensa crueldade dos romanos e dos anciãos judaicos, e a estranha e inexplicável exaltação dos discípulos do seu filho, como também as suas próprias angústias e hesitações. Deste modo, além de mãe, de símbolo religioso e de figura histórica, Maria se revela uma figura de enorme estatura moral, uma verdadeira e inesquecível mulher.
Ficha Técnica:Denise Weinberg em O Testamento de MariaTexto: Colm TóibínTradução: Marcos Daud e Ron DanielsConcepção, adaptação e direção: Ron DanielsCuradoria artística: Ruy CortezCenografia: Ulisses CohnFigurino: Anne CeruttiMúsica originalmente composta e execução ao vivo: Gregory SlivarIluminação: Fábio RettiDiretor assistente: Pedro GranatoAssessoria de imprensa: Adriana MonteiroFotografia: João Caldas Relações Institucionais: Guilherme Marques e Rafael SteinhauserOperação de luz: Claudio CabralAssistente de Produção : Nélio TeodoroDireção de Produção : Érica TeodoroProdução : CIT -Ecum e Denise WeinbergRealização: CIT-Ecum e Pentâmetro
Serviço:Teatro Aliança Francesa Rua General Jardim, 182 – Vila Buarque. Informações: (11) 3017-5699 r. 5602 / 5617 Sexta-feira, 20 de maio, às 20h30 


Um Bonde Chamado Desejo
Sinopse
 Maria Luisa Mendonça é Blanche DuBois, a sonhadora e atormentada personagem criada por Tennessee Williams, no clássico da dramaturgia, que entra em violento embate com a brutalidade de seu cunhado, Stanley, interpretado por Juliano Cazarré. A história criada por Tennessee narra a decadência de Blanche Dubois, que se abriga na casa da irmã Stella para fugir do passado e se depara com seu vulgar cunhado Stanley. Marlon Brando e Jessica Tandy interpretaram, em 1947, na Broadway, dirigidos por Elia Kazan, os protagonistas que aqui serão representados por Maria Luisa Mendonça e Juliano Cazarré. O texto ganharia notoriedade mundial no cinema, quatro anos depois, quando o mesmo Kazan dirigiu a adaptação cinematográfica com Brando e Vivian Leigh nos papéis principais.
Ficha Técnica:Texto: Tennessee WilliamsTradução e Direção: Rafael GomesElenco: Maria Luisa MendonçaJuliano Cazarré Virgínia Buckowski Donizeti MazonasFabrício LicursiFernanda Castello Branco Matheus MartinsCenário: Andr é CortezFigurino: Fause HatenIluminação: Wagner AntonioTrilha Sonora: Rafael GomesAssessoria de Imprensa: Daniela Bustos e Beth Gallo - Morente Forte ComunicaçõesProgramação Visual: Laura Del ReyFotos: Pedro Bonacina e Renata TerepinsAdministração: Magali Morente LopesProdução Executiva: Katia PlacianoCoordenação de Projetos: Egberto SimõesProdutoras: Selma Morente e Célia ForteRealização: Morente Forte Produções Teatrais, Substância Filmes, Empório de Teatro Sortido e Governo do Estado de São Paulo – Secretaria da Cultura
Serviço:TUCARENA – Teatro da PUC-SP (Entrada pela Rua Bartira)Rua Monte Alegre, 1024 – Perdizes - São Paulo – SP INFORMAÇÕES: (11) 3670-8455 Sexta-feira, 20 de maio, às 21h30.


Os Monólogos da Vagina
Sinopse
Comédia Produzida em mais de 150 países e traduzido para mais de 50 idiomas o espetáculo tornou-se fenômeno mundial. Depoimentos verídicos de mais de 200 mulheres colhidos pela autora em todo o mundo abordam de maneira extremamente bem humorada, direta e livre de preconceitos uma reflexão sobre a relação da mulher com sua própria sexualidade.
Ficha Técnica:Texto: Eve Ensler Adaptação:Miguel Falabella Direção: Miguel Falabella Elenco: Adriana Lessa, Cacau Melo e Maximiliana Reis
Serviço:Teatro Gazeta Endereço: Avenida Paulista, 900 - Cerqueira César - São Paulo Telefone: (11) 3253-4102 Sexta-feira, 20 de maio, às 21h.


Canto para Rinocerontes e Homens
Sinopse
Inspirada na obra "O Rinoceronte", de Eugene Ionesco, a montagem é encenada por recém-formados da Escola de Arte Dramática da USP. O musical aborda temas como a brutalização do ser humano, a falta de sonhos e a extinção do homem. 
Ficha Técnica: Direção – Rogério Tarifa. Elenco – Gabriela Gonçalves, Guilherme Carrasco, Luísa Valente, Murillo Basso, Renan Ferreira, Rubens Alexandre e Viviane Almeida. Músicos – Bruno Pfefferkorn e Filipe Astolfi. Dramaturgia – Jonathan Silva, Rogério Tarifa e Elenco. Texto Original – O Rinoceronte, de Eugene Ionesco. Direção Musical e Preparação Vocal – William Guedes. Composição Musicas Inéditas – Jonathan Silva. Cenário – Rogério Tarifa. Assistência de Cenário – Elenco. Cenotécnico – Zito Rodrígues. Figurino – Silvana Carvalho, Rogério Tarifa e Elenco. Colaboração – Artur Abe. Consciência Corporal e Direção de Movimento – Érika Moura. Desenho de Luz – Rafael Souza Lopes. Operação de Luz – Nara Zocher. Vídeo – Flávio Barollo. Supervisão em Teatro de Animação – Luiz André Cherubini. Fotos – Cacá Bernardes. 
Serviço: Galpão do Folias Rua Ana Cintra, 213 Campos Elíseos - Centro São Paulo(11) 3361 2223 Sexta-feira, 20 de maio, às 20h.

Só mais Uma
Sinopse
‘Só Mais Uma’ aborda questões clássicas do universo feminino, como a espera, a incomunicabilidade, a solidão, a liberdade, o relacionamento e a amizade, a partir da visão e dos contos de Dorothy Parker, escritora americana emblemática dos anos 1920, 30 e 40 e crítica mordaz dos padrões de comportamento da mulher.
Ficha Técnica: Adaptação coletiva a partir dos contos de Dorothy Parker Adaptação coletiva a partir dos contos de Dorothy Parker Direção: Einat Falbel e Giseli Ramos.Preparação corporal: Camila Ganc Coreografia: Camila Ganc e Joyce Ophelia Camassuti Atores: Ângela Fernandes, Camila Ganc, Debora David, Flavia Coelho, Guto Costa, Jaques Bento, Joyce Ophelia Camassuti, Pagan Senior.Coordenação de figurino: Veridiana Toledo. Trilha sonora original: Rogério Maudonnet. Cenário: Alex Capelossa e João Alfredo Liébana Costa.Iluminação: Gabriel Tavares.Fotos: Zé Aires.Design gráfico: Debora David.Coordenação de produção: Debora David.Produção: Debora David, Einat Falbel, Giseli Ramos e Paulo Ganc. Gênero: Comédia dramática.Colaboração: Pedro Granato, Cia D’Alma.
Serviço:Teatro Pequeno Ato Endereço: Rua Dr. Teodoro Baima, 78 – Vila Buarque, São Paulo Sexta-feira, 20 de maio, às 21h.


Trilogia do Subterrâneo
Sinopse
A segunda parte da Trilogia do Subterrâneo: O grande inquisidor é baseada em capítulo homônimo da obra de Fiódor Dostoiévsk, parte do livro Irmãos Karamasov (1879-1880). A peça materializa o monólogo vivido por um cardeal de Sevilha na época da grande inquisição. Nele, o clérigo julga e condena Jesus Cristo reencarnado.
Ficha Técnica:Textos: Fiodor DostoievskiAdaptação: Celso FrateschiDireção: Roberto LageInterpretação: Celso FrateschiCenário: Sylvia MoreiraFigurinos: Sylvia MoreiraConfecção da Tela, Poltrona e Manto do Paraíso: Sylvia MoreiraIluminação: Wagner FreireTrilha Sonora: Aline MeierImagens: Elisa GomesComunicação: Pedro BeckerAssessoria de Imprensa: Baião de 3Operador de Luz: Osvaldo GazottiOperador de som e vídeo: Luiz Campos
Serviço:Teatro Ágora Rua Doutor Alfredo Ellis, 672 Bela Vista - Centro São Paulo Sexta-feira, 20 de maio, às 21h30.


Um, dez, cem mil inimigos do povo
Sinopse
Ao expor à sociedade sua descoberta sobre a contaminação nas águas do Balneário que sustenta a pequena cidade onde vive, Dr. Stockmann desafia políticos e donos de terra, entrando em choque com seus interesses mesquinhos. As relações cordiais se intensificam, as opiniões pessoais se tornam verdades absolutas, crenças obstinadas, ódio generalizado.  
Ficha Técnica:Direção, cenário, figurinos e coreografia: Kleber MontanheiroDireção Musical, Composição e Arranjos: Ricardo SeveroDramaturgia em Processo Colaborativo: Cássio PiresIluminação: Rodrigo OliveiraDesenho de som: André OmoteAtores-Criadores: Adriano Merlini, Bruna Longo, Daniela Flor,Gabriel Hernandes, Gabriela Segato, Heloísa Maria, Luiza Torres,Natália Quadros, Nina Hotimsky, Paulo Vasconcellos, Pedro Bacella, Pedro Henrique Carneiro e Rodrigo Oliveira.Músicos: Gabriel Hernandes e Nina HotimskyAssistentes de Direção: Larissa Matheus, Victor Lopes Almeida e Nicolas CaratoriAssistente de Cenário e Figurinos: Victória MoliternoEstagiárias de cenário e figurino: Daniele Desierrê e Luma YoshiokaProjeto Gráfico e fotos: Victor IeminiAssessoria de Imprensa: Fábio CâmaraProdução: Cia. da Revista da Cooperativa Paulista de TeatroAssistente de produção: Marieli GoergenAssessoria Teórica: Alexandre MatePreparação para Trapézio: Érica RodriguesEnsaiadora de coreografias: Alexandra LotAssessoria e preparação em técnicas de alpinismo e equipamentos circenses: Álvaro BarcellosCostureira: Euda Alves de SouzaCenotécnico: Evandro Carretero
Serviço: Espaço Cia. da Revista – Al. Nothmann, 1.1135 – Santa Cecília.INFORMAÇÕES: (11) 3791-5200 Sexta-feira, 20 de maio, às 21h.

A programação completa e todas as informações sobre a Virada Cultural estarão disponíveis no site:www.viradacultural.prefeitura.sp.gov.br

Fonte:
Agência Lema
Leandro Matulja/ Letícia Zioni/ Larissa Marques

Informações à imprensa: 3397-0050 | 99370-0188 
anaclaudia@agencialema.com.br 
marcos@agencialema.com.br